Diminuir a dificuldade de Elden Ring “quebraria o jogo”, diz diretor

Falando sobre o lançamento de Shadow of the Erdtree, Miyazaki abordou a discussão em torno da dificuldade dos jogos da FromSoftware.1 min


O presidente da FromSoftware e diretor do Elden Ring, Hidetaka Miyazaki, declarou em entrevista recente ao The Guardian que reduzir a dificuldade do título, “quebraria o próprio jogo”. Falando sobre o lançamento da expansão Shadow of the Erdtree, Miyazaki abordou a constante discussão sobre a alta dificuldade dos títulos da FromSoftware.

“Se realmente quiséssemos que o mundo inteiro jogasse, poderíamos simplesmente diminuir a dificuldade cada vez mais. Mas essa não foi a abordagem correta”, afirmou. Ele explicou que a sensação de realização ao superar obstáculos é fundamental para a experiência dos jogadores. “Recusar a dificuldade privaria o jogo dessa alegria – o que, a meu ver, quebraria o próprio jogo.”

Apesar da fama pela intensa dificuldade, os jogos de Miyazaki oferecem formas de tornar os desafios mais gerenciáveis. Em Elden Ring, os jogadores podem buscar itens de experiência e fortalecer seus personagens além do necessário para enfrentar chefes. Além disso, existem itens que permitem criar personagens extras para ajudar em batalhas, uma estratégia que foi ajustada em um patch após o lançamento. A possibilidade de convocar outros jogadores reais para auxílio também está presente. Com o lançamento da expansão Shadow of the Erdtree, que foi elogiada pelo VGC como “uma continuação digna do melhor jogo da geração”, a FromSoftware continua a oferecer experiências desafiadoras e gratificantes aos jogadores.

Elden Ring: Shadow of the Erdtree chegou nesta sexta-feira, 21 de junho de 2024, ao PlayStation 4, PlayStation 5, Xbox One, Xbox Series X|S e PC. O DLC já é o jogo mais bem avaliado de 2024 pela imprensa no Metacritic até agora.