EA defende inclusão de atletas femininas no Ultimate Team de EA Sports FC 24

EA Sports FC 24 é o primeiro da série de futebol virtual da Eletronic Arts a não levar o nome da Federação Internacional de Futebol, FIFA, no título. A inclusão de atletas femininas no Ultimate Team é uma das grandes novidades, além de ser possível montar times mistos de homens e mulheres.

A decisão de adicionar atletas femininas ao modo e que compitam de igual para igual com atletas masculinos gerou críticas, com alguns pedindo para separar os modos UT masculinos e femininos e outros dizendo que as atletas não deveriam estar presentes.

É um modo de fantasia, destaca Shepherd.

“É algo em que realmente pensamos profundamente”, disse John Shepherd, produtor executivo da Electronic Arts , em entrevista a IGN. “Sentimos que podemos desempenhar um papel muito importante no crescimento desse esporte ao apresentá-lo a todos os nossos fãs. Temos apenas a convicção de que acreditamos que queremos unir o mundo em torno do futebol. [Ultimate Team] é um modo onde você pode construir seu time de fantasia com diferentes nacionalidades, ligas diferentes, clubes diferentes. E então parecia um ótimo lugar para poder fazer isso.”

Há outros modos onde jogadores podem jogar clube contra outro clube, enquanto ó Ultimate Team é uma mistura de atletas onde ser pode construir o melhor time.

“Temos uma visão de conectar não apenas os 150 milhões de fãs que temos agora, mas um bilhão de fãs”, disse Shepherd. “Queremos que este jogo e esta marca, este clube, este ecossistema, dêem as boas-vindas a todos. Em termos de nossa decisão sobre como estamos integrando o futebol feminino ao Ultimate Team, nos sentimos muito confiantes em relação a isso. Existem outros modos de jogo, como o Kick Off, em que é mais sobre um clube jogando junto contra outro clube. Mas o Ultimate Team para nós é um modo no qual você pode ter uma mistura de jogadores e pode construir o melhor time. Achamos que vai ser ótimo para o futebol e que vai ser ótimo para nossos torcedores e futuros torcedores. Isso é o que eu diria.”

Objetivo da EA é criar um campo de jogo o mais balanceado possível, enquanto jogadores masculinos continuarão com certas vantagens, como altura e peso, outros fatores como agilidade farão a diferença em campo.

Sam Rivera, produtor sênior do novo game, também enfatizou que o “Ultimate Team é um modo de fantasia” e “Você não vê (na vida real) Mbappé jogando com todos os ícones (craques do passado, como Pelé e Johan Cruyff). É o Ultimate Team – um futebol fantasioso é o que está acontecendo lá.”

Companhia estará de olho no aumento da toxicidade com a adição de mulheres ao Ultimate Team,

“É algo que levamos muito a sério”, disse Shepherd. “É uma coisa contínua. É um esforço constante. Temos uma equipe dentro da EA totalmente focada em toxicidade e em entender o que está acontecendo no jogo. Estamos mudando para alguns sistemas mais novos até mesmo para este próximo jogo, no qual estamos usando alguns novos serviços para nos ajudar a monitorar nomes. Fica muito complexo. Como as pessoas conseguem contornar sistemas diferentes, temos que atualizar e ajustar esses sistemas. Estamos mudando para uma nova tecnologia em nosso back-end no servidor para nos ajudar com isso. Mas isso é apenas uma coisa entre muitas. É um grupo de pessoas constantemente observando a toxicidade do jogo e entendendo como podemos garantir que seja um ambiente seguro para todos. Mas é uma daquelas coisas que vai exigir um esforço constante para continuarmos a focar.”

EA Sports FC 24 chega ao PlayStation 4, PlayStation 5, Xbox One, Xbox Series X|S, Nintendo Switch e PC no dia 29 de setembro.

The Last of Us deve honrar hordas na segunda temporada da série

PS5 volta a liderar vendas na Europa enquanto Switch cai e Xbox Series X e S ficam estáveis