PlayStation Portal não foi feito para lucrar, diz Sony, revelando o real objetivo

Companhia explica sua intenção em criar o dispositivo portátil de reprodução remota de jogos do PS5.1 min


Imagem/Reprodução

O dispositivo portátil de reprodução remota de jogos do PS5, PlayStation Portal, já está disponível no mercado americano. Portal leva a experiência do console via conexão Wi-Fi para a palma da sua mão e inclui os principais recursos do controle sem fio DualSense, bem como uma vibrante tela LCD de 8 polegadas que oferece resolução de 1080p a 60 fps. Perfeito para jogadores que vivem em locais onde eles precisam compartilhar a TV ou que simplesmente querem curtir jogos a partir de outro lugar.

Em declarações ao site japonês AV Watch, o vice-presidente sênior de experiência de plataforma da Sony, Hideaki Nishino, revelou que o Portal não foi feito visando gerar lucro, mas sim expandir a experiência de jogo.

“Em vez de rentabilidade, queremos aumentar a quantidade de tempo que podemos jogar com o PS5”, disse Nishino. “Se você puder jogar em qualquer lugar, acho que algumas pessoas definitivamente passarão mais tempo jogando.” Ele também expressou a intenção da empresa de no futuro incluir jogos via streaming na nuvem, mas que seja uma implementação que proporcione uma boa experiência para os jogadores.

Até o momento desta publicação, não há informações de quando o dispositivo chegará oficialmente ao Brasil. O preço de lançamento nos EUA é de US$ 199,99.

10 perguntas e respostas sobre o PlayStation Portal para PS5