PlayStation reafirma que jogos single-player continuarão a ser a base de seu negócio

Embora Sony esteja cada vez mais focada em jogos como serviço ao vivo.

Reprodução: PlayStation

Embora esteja cada vez mais empenhada em lançar jogos como serviço ao vivo, que são alimentados frequentemente por novos conteúdos, tendo projetos futuros em desenvolvimento, como é o caso supostamente do jogo multiplayer de The Last of Us, a Sony não abandonará sua “base de negócio” de histórias para um jogador ricas em narrativas, afirma chefe do PlayStation, Jim Ryan. Reforçando declaração semelhante feita no ano passado pelo chefe da PlayStation Studios, Hermen Hulst.

“Seria ingênuo da nossa parte presumir que todos os 10 serão um enorme sucesso, de modo que isso não é uma condição necessária para dobrarmos as receitas primárias,” disse Ryan sobre os próximos games de serviço em desenvolvimento, durante sessão de perguntas e respostas com analistas em 2022 postada no Reddit, como parte do recente vazamento de documentos judiciais da Microsoft.

Ryan explica que embora eles sejam ou não considerados bem-sucedidos, também varia de caso para caso, acrescentando que a empresa também continuará a publicar os títulos “ricos em narrativas” pelos quais é aclamada.

“Certamente não é isso que estamos assumindo. Claramente, a distinção entre um acerto e um não acerto não é binária,” continua. “E não se esqueça de que, ao fazermos isso, continuaremos a publicar os jogos que nos serviram tão bem ao longo dos anos. Esses jogos em primeira pessoa (sic) [single-player], com narrativas lindas e ricas em gráficos, continuarão a ser a base do nosso negócio de publicação própria.”

*O autor da publicação da conversa no Reddit, presume que Ryan se refira a single-player, quando menciona “primeira pessoa”.

Confira:

Novo Xbox “digital” terá seu próprio “DualSense” baseado no PlayStation

Fonte:

The Last of Us Day não contará com novidades sobre o jogo multiplayer ou da série de TV

HBO celebra The Last of Us Day com novo vídeo emocionante da série