Capcom preocupada com mods “ofensivos à ordem pública e à moral” e “danos à reputação”

Embora dona da franquia Resident Evil, tenha admitido que uma “maioria dos mods” podem ter um impacto positivo, muitos outros apresentam uma ameaça.

Imagem/Reprodução: Mods diversos

Em uma conferência no final do mês passado, a Capcom fez uma apresentação intitulada “Medidas anti-cheat e anti-pirataria em recomendações de jogos para PC para produção interna”, onde abordou como conter trapaças via modificações e a pirataria em quaisquer jogos que a empresa lance para PC, concentrando-se nos mods.

“Os mods são populares entre os usuários porque permitem adicionar ou alterar vários recursos em um jogo existente”, explicou o programador da Capcom, Taro Yahagi durante a apresentação. “No entanto, para fins anti-cheat e anti-pirataria, todos os mods são definidos como ‘trapaça'.”

Embora Yahagi tenha admitido que uma “maioria dos mods” podem ter um impacto positivo em um jogo, ele também classificou como eles são uma faca de dois gumes, com alguns mods representando uma ameaça à imagem da empresa e causando “danos à reputação”. O programador explicou que, a menos que os mods sejam oficiais, qualquer suporte não oficial ou mods criados por usuários e enviados para locais como NexusMods constituem trapaça.

“Existem vários mods que são ofensivos à ordem pública e à moral. Quando são divulgados, a imagem do produto fica manchada e a marca é afetada”, disse Yahagi. “Além disso, esses mods ofensivos podem ser confundidos com implementações legítimas e causar danos à reputação.”

Segundo o IGN, presume-se que o programador tenha se referido principalmente a mods que fornecem nudez ou roupas sexualmente sugestivas para personagens, com Yahagi explicando que mods maliciosos podem causar uma carga de trabalho adicional para os desenvolvedores, pois alguns causam problemas para o jogo e os recursos gastos lidando com prevenção para evitar a criação deles podem causar possíveis atrasos na produção de um jogo ou atrasos no suporte para jogadores que nunca modificaram seu jogo. Mods voltados ao humor, também poderiam ser classificados como danos à reputação de um jogo/produto, o que os levam a ridicularização e podem até afetar suas vendas.

Embora a maioria dos mods nos jogos podem ser completamente inofensivos, como aqueles para tornar os jogos mais fáceis durante o gameplay, há muito para se debater sobre a liberdade criativa que os usuários deveriam ter sob modificar o conteúdo original de um jogo.

Fonte:

Campanha de Call of Duty: Modern Warfare 3 dura apenas 4 horas

Jogo multiplayer de The Last of Us não foi cancelado, esclarece diretor