Druckmann ficou impressionado com o investimento nos cenários de The Last of Us HBO

Pouco tempo depois do anúncio de que The Last of Us viraria série da HBO, tornou-se público que a companhia estava investindo milhões de dólares para garantir que a produção tivesse o que fosse preciso para tornar a adaptação um completo sucesso.

Custando mais que cada uma das 5 temporadas de Game of Thrones, o live-action de Joel e Ellie tem apresentado belas paisagens na província de Alberta no Canadá, somado a computação gráfica. Mas os cenários internos também foram construídos detalhadamente com muito empenho pela produção do show.

Conversando com o BuzzFeed, o showrunner Neil Druckmann disse que ficou impressionado com tudo o que viu.

O interior do “edifício do Capitólio”, por exemplo, foi “construído em um estúdio do zero”. Com o objetivo de tornar a “exuberância” do jogo e torná-lo “mais realista” era o objetivo final, e os livros de arte da Naughty Dog foram usados ​​como ponto de partida.

Por exemplo, gastamos uma quantidade enorme de tempo e recursos para construir a zona de quarentena – e passamos um episódio lá”, disse Neil. “No episódio dois, que tive o privilégio de dirigir, estou em pé no saguão de um hotel que está inundado e com água até a minha cintura. Não pude acreditar no que eles acabaram de construir para uma cena que dura um minuto.

O terceiro episódio de The Last of Us, “Long Long Time” vai ao ar nesse domingo (29) na HBO e HBO Max.

Druckmann diz que chora o tempo todo assistindo episódios de The Last of Us HBO

HBO anuncia a segunda temporada de The Last of Us