Microsoft precisa de mais tempo para aquisição da Activision Blizzard

Segundo a Reuters, Microsoft está negociando uma extensão de seu contrato de aquisição com a Activision Blizzard, que expira nesta terça-feira. Fabricante dos consoles Xbox precisa “superar obstáculos regulatórios restantes para finalizar o acordo de US$ 69 bilhões”. A expiração concede a qualquer uma das empresas o direito de desistir da transação.

A companhia estaria querendo garantir que Activision “não seja cortejada por outro comprador em potencial ou mude de ideia”, diz fonte do artigo no site. Empresas vão continuar negociando prorrogação até o final do dia.

Call of Duty e PlayStation

O acordo é de que Call of Duty continue sendo lançado para consoles PlayStation por até 10 anos, e se restringe apenas para esta franquia. A oferta original da Microsoft era de assinar um acordo que concederia a PlayStation “versões futuras da franquia Call of Duty ou qualquer outra franquia atual da Activision na Sony até 31 de dezembro de 2027”, mas Jim Ryan teria achado oferta ‘inadequada'.

Revelado gameplay detalhado de EA Sports FC 24

Deu ruim! Take-Two impede restaurante real de usar Cluckin Bell de GTA