Criador explica por que 2ª temporada não terá episódio igual ao de Bill e Frank em The Last of Us

Craig Mazin fala sobre não "ordenhar algo bonito".2 min


Reprodução: Murray Bartlett e Nick Offerman como Frank e Bill | Foto de Liane Hentscher/HBO

O showrunner da série de The Last of Us, Craig Mazin, explicou por que a segunda temporada não terá um episódio igual ao de Bill e Frank na segunda temporada. Ele argumentou que não vão “ordenhá-lo”.

Long, Long Time, foi um episódio muito elogiado pela crítica especializada e pelo público em sua maioria, mas foi duramente criticado por uma parte de telespectadores. A relação de Bill e Frank ganhou destaque na série de TV e expandiu os acontecimentos do jogo, se distanciando da história original. O enredo foi criado para dar um sentido de jornada para os personagens com foco na representação humana, mas para a segunda temporada, Mazin está ancorando o enredo da adaptação de The Last of Us Part II em outras ideias originais.

O episódio 3 recebeu 7 de 24 indicações da série no Emmy 2023

  • Melhor Roteiro Série Drama
  • Melhor Direção de Série Dramática
  • Melhor Ator Convidado: Nick Offermann (Bill)
  • Melhor Ator Convidado: Murray Bartlett (Frank)
  • Composição musical para uma série (trilha sonora original) – Gustavo Santaolalla
  • Melhor Hairstylist Contemporâneo
  • Melhor Maquiagem Contemporânea (Não Protética)

Questionado pelo Deadline se atores como Nick Offerman, Murray Bartlett, Anna Torv, Melanie Lynskey, Storm Reid, Keivonn Montreal Woodard e Lamar Johnson – também indicados ao Emmy, poderiam voltar em flashbacks na segunda temporada, ele disse que nada é impossível.

“Há sempre uma chance para tudo. Conosco, você nunca sabe, e obviamente não nos limitamos a cronogramas. Pessoas que estão mortas às vezes reaparecem e às vezes encontramos pessoas que nem conhecíamos e então descobrimos que elas são alguém”, explica Mazin. “O que você não verá é, por exemplo, outro episódio muito especial com Bill e Frank, não vamos ordenhá-lo. Quando fazemos algo que achamos bonito, deixamos ser como está e encontramos outras coisas bonitas para fazer.”

Fazendo história com 24 indicações ao Emmy, como a primeira adaptação live-action de videogame indicada a premiação – e a segunda adaptação de videogame indicada depois de Arcane da Netflix em 2022, a primeira temporada de The Last of Us da HBO teve nove episódios, cuja audiência subia cada vez que um deles era exibido. O que a tornou a série mais assistida da HBO Max na América Latina e Europa.

Com o roteiro da segunda temporada pronto, o show deve continuar, mas não antes da greve de roteiristas e atores em Hollywood chegar ao fim. Segundo Mazin, a data do início das filmagens continua de pé, não sofreu atraso e está dentro do programado. Ele também antecipou que, mesmo para aquelas pessoas que jogaram o jogo, muitas coisas serão diferentes, e que o público deve esperar surpresas e reviravoltas