Suspeito de vazar GTA 6 foi avaliado como psiquiatricamente inapto para julgamento

Arion Kurtaj, membro do grupo hackers chamado Lapsus$, de 18 anos – apontado de hackear a Rockstar Games e ameaçar vazar informações sobre Grand Theft Auto VI, recebeu avaliações psiquiátricas que concluíram que ele é incapaz de ser julgado, então o júri determinará se ele será realmente acusado pelo crime, segundo a Reuters.

Em setembro de 2022, 90 vídeos e imagens supostamente de GTA 6 foram vazados online e Kurtaj foi preso poucos dias depois sob suspeita de ligação com o vazamento. Promotores alegam que ele invadiu a Rockstar Games e ameaçou funcionários por mensagens via slack, de liberar o código-fonte do próximo jogo.

Kurtaj supostamente acessou cerca de 5.000 informações de clientes da Revolut, causando danos de cerca de US$ 3 milhões à Uber no mesmo mês. Ao lado de outro jovem, eles são suspeitos de chantagear o BT Group e a EE entre julho e novembro de 2021, exigindo um pagamento de US$4 milhões. A dupla supostamente também hackeou a Nvidia Corp em fevereiro de 2022 e exigiu pagamento para não publicar dados da empresa

O jovem de 17 anos, que não pode ser identificado, é apontado de invadir o armazenamento em nuvem da polícia da cidade de Londres semanas depois de ser preso por conexão com o ataque à BT e EE, enquanto Kurtaj supostamente visou sozinho o Revolut e depois o Uber, antes de supostamente invadir a Rockstar Games.

Desenvolvedores de jogos estão oferecendo jogos gratuitos a pacientes terminais

Ator de The Last of Us faz história no Emmy