The Last of Us Part II e Horizon Forbidden West custaram mais de US$200 milhões cada

Jogos AAA são na maioria das vezes obras-primas graças a seus orçamento de cinema. Grandes investimentos tem acontecido para que isso se reflita em um produto que perdure.

Em documento revelado dos bastidores da batalha nos tribunais entre a Microsoft e FTC na aquisição da Activison Blizzard, a Sony tentou esconder, sem sucesso, o orçamento de duas de suas grandes franquias, The Last of Us e Horizon.

O jornalista do The Verge, Tom Warren, compartilhou uma captura de tela dos arquivos que revela que The Last of Us Part II da Naughty Dog custou US$220 milhões e Horizon Forbidden West da Guerrilla cerca de US$212. Ambos os jogos PlayStation contaram com o envolvimento de mais de 100 funcionários.

Desenvolver e produzir jogos AAA geralmente custa mais de US$ 100 milhões, requer centenas ou milhares de desenvolvedores e leva anos. Por exemplo, o desenvolvimento em Horizon Forbidden West, um lançamento original da SIE em 2022, durou um total de 5 anos, começando em 2017 e terminando em 2022. O jogo custou US$ 212 milhões para ser desenvolvido e o pico de 300 funcionários em tempo integral.

O desenvolvimento de The Last of Us Part Il, um lançamento original da SIE em 2020, demorou mais em 20 meses, começando em 2014 e terminando em 2020. Os custos de desenvolvimento foram em torno de US$220 milhões, e o número de funcionários atingiu o pico em torno dos 200 funcionários em tempo integral. Além dos custos de desenvolvimento.

Os custos de marketing para jogos AAA são grandes, mesmo para franquias estabelecidas.

Os jogos AAA de grande sucesso também criam um envolvimento profundo e contínuo com os jogadores. Muitos os jogadores investirão centenas de horas por ano jogando seus jogos AAA favoritos.

Jogar em nuvem será “significativo” a partir de 2025, estima PlayStation

Pedro Pascal conversou com pessoas sobre The Last of Us 2 e diz que 2ª temporada pode ou não ser diferente