Xbox não quer usar Call of Duty para “vender console”; explica Phil Spencer

Chefe da divisão de jogos da Microsoft diz que isso “não ajuda a comunidade” e garantiu paridade nas plataformas.

Após adquirir oficialmente a Activision Blizzard, a Microsoft pretende seguir fornecendo alguns dos mesmos conteúdos de Call of Duty em todas as plataformas, o que inclui testes betas.

Em podcast, Phil Spencer garantiu paridade.

“Não temos objetivo de usar Call of Duty de alguma forma para fazer você comprar um console Xbox,” disse o chefe da divisão de games da empresa. “Quero que a nação Call of Duty se sinta apoiada em todas as plataformas. Estivemos do outro lado de alguns deles – mesmo neste beta, não estava no Xbox na primeira semana. Não acho que isso ajude a comunidade.”

Spencer também confirma que não haverá mais um beta exclusivo da plataforma para Call of Duty.

Call of Duty Modern Warfare III, próxima entrada da franquia, chega em 10 de novembro ao PS5, PS4, Xbox Series X/S, Xbox One e PC.

Sony e Microsoft assinaram acordo para manter Call of Duty no PlayStation

Fonte:

Insomniac recomenda que jogadores baixem update antes de jogar Marvel’s Spider-Man 2

Inimigos de Alan Wake 2 são “mais difíceis” que no primeiro jogo, explica diretor