PlayStation 6 pode chegar a partir de 2028, diz Sony

Nos últimos dias, soubemos que Microsoft ofereceu 10 anos de Call of Duty no PlayStation e falou que a Sony tem mais e melhores exclusivos, para assim poder acalmar o mercado, de que mesmo com a compra da Activision Blizzard, ainda existe concorrência.

Em comunicado à Autoridade de Concorrência e Mercados (CMA), em que a Sony diz sua opinião sobre a aquisição bilionária, ela revela que o PlayStation 6 pode chegar a partir de 2028.

A revelação veio através de uma explicação envolvendo mais uma vez a franquia Call of Duty, no qual a empresa fala que a Microsoft havia oferecido um acordo para manter os jogos da Activision, como Call of Duty, no Playstation, apenas até 2027, e que depois desse período, a Sony terá lançado seu próximo console, perdendo então uma grande competitividade na próxima geração.

Nesse período, a SIE já terá lançado a próxima geração do PlayStation (o que é provável que ocorra por volta de *informação oculta*) e perdido acesso ao Call of Duty e outros títulos da Activision, deixando a situação extremamente vulnerável para os consumidores trocarem de console e promover a degradação da competitividade.

A empresa também destaca que a Microsoft havia dito que manteria a Call of Duty no PlayStation, “desde que isso faça sentido”, e que isso é inadequado.

Da mesma forma, em comentários públicos em 26 de outubro, a Microsoft disse que planeja oferecer Call of Duty no PlayStation apenas “desde que isso faça sentido”. Um período até 2027 – ou algum outro tempo (possivelmente mais curto) que a Microsoft determina unilateralmente que “faz sentido” para a Microsoft – é muito inadequado.

Vale lembrar que a Microsoft fez uma outra proposta, oferecendo 10 anos da franquia para a Sony, então a empresa japonesa teria que aceitar, caso queira ter Call of Duty por algum tempo na próxima geração.

Rockstar proíbe NFTs e criptomoedas em servidores de GTA RP

Microsoft afirma que GTA 6 lançará em 2024